Aprenda Como Importar Mercadorias

Os preços no Brasil estão realmente absurdos! Se você está interessado em comprar uma roupa, um instrumento, um suplemento alimentar, ou qualquer outro produto de qualidade, irá pagar um valor surreal aqui no Brasil por conta dos impostos.

Mas a boa notícia é que essa situação tem solução! Basta saber como importar produtos do exterior.

As vantagens de uma importação

Importar um produto pode render uma economia de milhares de reais. Isso por que o custo real de um produto fabricado no exterior é baixo. O preço que vemos nas lojas do Brasil está sempre superfaturado por conta dos altos impostos e das altas margens de lucro que os lojistas, representantes e distribuidores acrescentam às mercadorias. Como consequência, as empresas que praticam um preço mais atrativo costumam se destacar muito aqui no país (como é o caso da Hinode, por exemplo). Sendo assim, ao importar um produto você estará cortando uma grande parte da cadeia de custos e pegando o produto praticamente livre de custos adicionais.

Os cuidados a se tomar com o tamanho produtos

Existem muitos detalhes importantes para que sua importação seja bem sucedida. Afinal, se você não sabe os limites de peso e tamanho que devem ser respeitados, seus produtos podem ser altamente taxados na alfândega, o que reduziria muito sua economia. Talvez você esteja pensando: “Legal, então se eu fizer tudo certo vou conseguir comprar meu produto pelo preço que vejo nas lojas online estrangeiras?”. Bom, aquele preço que você enxerga numa loja estrangeira é bem mais barato do que os preços aqui do Brasil, mas é possível pagar ainda menos por esses produtos. Mas como?

Importando com valores ainda mais baixos

Por incrível que pareça, é possível conseguir valores ainda mais baixos ao se comprar do exterior. Isso por que o preço que você vê numa loja virtual estrangeira é um pouco maior do que o preço praticado lá dentro do país, pois eles sabem que você é brasileiro (basta verificar o IP de seu computador). O IP (Internet Protocol, ou Protocolo de Interneté como se fosse o CPF de seu computador dentro da internet. Todo computador possui uma identificação, e por meio desse IP é possível descobrir a localização de um computador. Mas você não é obrigado a informar o IP de seu computador. Na realidade, é muito mais seguro você navegar na internet sem informar sua localização, pois isso dificulta a ação de hackers e de pessoas mal intencionadas. Esse conhecimento não se originou das pessoas que sabem como importar, e sim das pessoas especialistas em seguração de computadores. Mas obviamente, os importadores perceberam uma outra vantagem nisso. Então, se você souber esconder seu IP, essas lojas virtuais não saberão que você é brasileiro e mostrarão os preços locais, que são ainda menores do que esses que você viu. Essa dica é apenas um exemplo daquilo que você pode aprender quando estuda a arte de como importar.

Existem muitas outras dicas que valem ouro e podem fazer você ter uma economia inacreditável ao importar de outros países, a ponto de estimular você a revender produtos aqui no Brasil (pois a diferença de preço que você estará pagando em relação às mercadorias vendidas aqui pode lhe render um salário mensal). Imagine essa situação onde você compra por R$ 40,00 (incluindo o frete) uma camisa importada de marca que custa R$ 150,00 aqui no Brasil. Você pode vender ela por R$ 100,00 aqui, lucrando R$ 60,00 e ainda ajudando alguém a pagar menos por um produto de muito valor. Caso você não saiba, alguns “mestres da importação” já até largaram seus empregos e vivem importando produtos e revendendo pelo Mercado Livre, entre outras plataformas, sem gastar um centavo com publicidade e sem o stress de bater de porta em porta oferecendo produtos, afinal a internet hoje facilita muito esse processo de venda. Geralmente, quem aprende como importar começa a economizar nas suas compras individuais, depois começa a comprar para familiares, como irmãos, pais, etc. Depois começa a comprar para os amigos, afinal a notícia de que alguém consegue preços muito mais baratos se espalha rápido. Não demora muito para a pessoa começar a cogitar a hipótese de lucrar com isso, pois a quantidade de interessados só aumenta. No mercado livre, bem como em outras plataformas de venda online, existe muito espaço ainda para revenda de diversos produtos. Afinal, a demanda e a quantidade de mercadorias transacionadas em geral num país de 200 milhões de habitantes é muito grande. Não se vende apenas TVs de Led, há tudo o que é tipo de produto. Sempre vai ter alguém procurando por um produto específico da marca X ou Y, e se você que sabe como importar estiver atento a essas oportunidades, terá um público comprador sempre à sua disposição, afinal os preços que você pode oferecer são muito mais atrativos do que os preços dos lojistas brasileiros e até mesmo mais atrativos do que os preços dos produtos usados. Não é difícil concluir que a pessoa que sabe como importar está sempre na frente na batalha dos preços.

Como Começar

Seja qual for o seu objetivo (revenda ou consumo próprio), está na hora de colocarmos em prática as técnicas de importação para você conferir com seus próprios olhos as vantagens desse processo. Você pode começar direto com um curso, o que nós recomendamos, afinal o ideal é que um iniciante no ramo tenha o passo a passo à sua disposição. Na internet você vai encontrar diversos artigos “ensinando” como importar, mas na prática ninguém vai abordar os pontos chaves para você dominar o assunto. Afinal, poucos estão dispostos a compartilhar esse conhecimento. E aqueles que o fazem cobram preços bem altos. Comece nesse artigo: “Como importar da China“. Nesse texto você vai encontrar uma dica para começar a importar facilmente hoje mesmo e também vai ver uma referência de um curso acessível que vai direto ao ponto caso você queria se aprofundar mais no assunto.